::Chevrolet Montana "Nega Dulce" + Bônus::

Publicado: janeiro 8, 2009 em Uncategorized

Não é de hoje que as versões picapes de carros de pequeno porte vem conquistando uma boa fatia do mercado. Agradando tanto àqueles que desejam um carro para transportar carga, àqueles que não gostam de dar caronas ou mesmo jovens que vêem nestas picapes um desenho diferente e cativam-se pelo desempenho, espaço e modularidade do modelo, as picapes pequenas são vistas com bons olhos por várias pessoas, principalmente aquelas que gostam de personalização.

.:run4fun:.

Com o mercado carente de uma versão mais esbelta, definida e bem acabada de uma picape pequena desde a extinção da Saveiro TSi, a Chevrolet viu na Montana uma ótima ferramenta para aquecer o mercado e conquistar o público que não é adepto das versões off-roads (que hoje dominam esta fatia de mercado) e tampouco pensa em adquirir um modelo de motorização inferior e com menos acessórios. Lançava assim, a Montana Sport. Dotada do bom e conhecido motor de quatro cilindros em linha, oito válvulas, 1.796cm3 de cilindrada capaz de gerar uma potência equivalente a 109cv @ 5.400Rpm e torque de 18,2kgfm @ 3.000Rpm quando abastecido com álcool, o desempenho da Montana Sport é o mesmo das demais versões, mas o visual é o que cativa. Dotada de pára-choque dianteiro diferenciado das demais versões, spoiler lateral e uma barra no teto que faz lembrar um aerofólio, tornam esta versão da Montana um tanto interessante e atraente.

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.

Esta foi uma das características que levou Rodrigo Thiesen, o Digonho do site/fórum RacingArt a adquirir sua segunda Montana Sport. A primeira foi uma prata que fora roubada, logo em seguida adquiriu um Chevrolet Corsa, ambos turbinados, mas não resistiu e agora dirige novamente uma bela Montana Sport 1.8Flex Preta, apelidada carinhosamente de “Nega Dulce”, mas que foi personalizada só para o desfile diário… nada de turbo.

Enquanto na outra Montana, Digonho alterou bem suas características com um leve trabalho na suspensão e um kit turbo para melhores respostas, nesta as modificações não foram tão profundas, mas suficientes para arrancar olhares e suspiros por onde passa. Externamente só se vê a carroceria mais próxima do solo e um belo jogo de rodas. Mérito de um bom trabalho de suspensão compreendendo retrabalho do amortecedor e molas mais curtas e rígidas, deixando a Nega Dulce baixa e ainda assim confortável. Não demorou muito para que as rodas originais 5,5×15″ fossem aposentadas para a instalação de novas e belas rodas Motegi Racing modelo FF7 de medidas 7,0×17″ devidamente calçadas com pneus Toyo Proxes4 de medidas 205/40-17″ que, devido a (pouca) altura insistiam em raspar nos pára-lamas. Problema logo resolvido com um leve rebatimento das peças. Assim, a picape logo viu-se devidamente regularizada junto ao Detran, constando no documento a alteração da suspensão, evitando possíveis dores de cabeça à Digonho.

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.

Externamente a Nega Dulce não deve ganhar maiores acessórios justamente para não chamar atenção. As atuais modificações estão sendo feitas no interior, onde a Montana vem recebendo melhores equipamentos sonoros para tocar forte e com qualidade. Tudo na maior discrição.

As fotos foram feitas pelo amigo Felipe Gobor e apresentam bem como é a Montada em movimento, assim como a beleza de suas linhas. Clicada em conjunto com o amigo Guilherme Lazaretti, o Gui, com sua Fiat Strada Adventure Savage, nos arredores de Campo Largo, as picapes destes dois grandes amigos demonstram bem a união de bom-gosto e simplicidade em personalizações bem acertadas.

.:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:.
.:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:.

Equipadas com o mesmo motor devido à uma joint-venture entre Fiat e GM, as duas picapes representam bem o bom-gosto e a tônica da juventude em posse de modelos que antigamente eram apenas vistos como carros de fazenda e para cargas. Capazes de acelerar de 0 a 100km/h em 10,4 segundos e atingirem a velocidade máxima de 178km/h, estas picapes não estão dispostas a transportes, fretes ou carretos e querem apenas entregar a seus proprietários apenas bons momentos de prazer e diversão a bordo.

Grande abraço a todos.

comentários
  1. Digonho disse:

    Madou bem Demais querido!Obrigado pela materia!!!Ficou super show!!abraço

  2. PeLaDo.PabLo disse:

    não sou muito fã de GM e Fiat…mas essas duas ficaram ooo canal…as fotos quebraram a banca…parabensabraçooo

  3. Anonymous disse:

    Qebrou mesmo a reportagem, Rafa..parabénsCeloj – Fiat Lover

  4. Anonymous disse:

    Amigo, o carro ficou simples e lindo.
    Qual o tamanho de roda?
    Você teve que mexer no para-lama?

  5. .:run4fun:. disse:

    “Anônimo”, está descrito no texto: Rodas 7×17″ com pneus 205/40-17″. E sim, teve que rebater os pára-lamas.

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s