::VW Parati GL 1.8 Albina::

Publicado: janeiro 23, 2009 em Uncategorized

Quando menos é mais
Texto de: Felipe Giulian

.:run4fun:.

Se existe uma paixão neste mundo que não seleciona as pessoas pela idade, esta paixão é o automóvel. Pai, filho, avô – todos têm uma história para contar sobre um carro ou algo que aconteceu num carro. Uma vida, às vezes, é descrita pelos automóveis que uma pessoa acumulou ao longo dos anos. Na verdade, somos todos contadores de histórias sobre carros. Quando alguém escreve uma matéria sobre algum carro, estamos narrando mais um capítulo da maravilhosa história do automóvel.

Após o fim da produção da Variant II, em dezembro de 1980, a Volkswagen ficou sem uma representante no segmento de peruas. A carta na manga era o ‘projeto BX’, iniciado em 1976. Dois anos após o lançamento do gol, é lançada a Parati, 1982, e apesar de utilizar a mesma plataforma do gol, muitos itens sofreram alterações, um exemplo disso foi a suspensão com molas e amortecedores de maior carga e os braços reforçados na traseira. Pela primeira vez, a VW oferecia rodas de liga-leve como opcionais para os seus carros. Outra mudança significativa ocorreu em 1986 com um novo motor, com bloco e cabeçote do Santana 1.8, mas que ainda utilizava os pistões do velho Passat 1.6, mantendo a cilindrada em 1,6L, já em 1987 a frente foi reformulada e durou até 1990, racks de teto foram adicionados e os novos pára-choques eram do tipo “envolvente”.

.:run4fun:.

Discrição é a palavra-chave. No atual momento, no mundo dos veículos personalizados, a onda é ser discreto, mas não se pode passar despercebido. Seguindo a risca esse “estilo” o jovem Pablo de Castro, de Santa Maria/RS, foi aos poucos personalizando sua grande paixão: uma VW Parati GL ano 87/88 a gasolina.

Por fora, tudo original, ou quase. Ao olhar mais atentamente percebemos as rodas de 14″ herdadas de um Gol TSI, sinaleiras com lentes brancas e uma grade com emblema VW preto, herdada de um Gol GTS. A suspensão teve dois elos cortados na frente e 1 elo cortado atrás dando um ar mais esportivo ao veículo.

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.

No interior, o painel satélite ostenta um volante “quatro bolas”, sonho de consumo de 10 entre 10 volkistas “das antigas”, ao lado do painel foi instalado um conta-giros Cronomac e um shift light da Shutt para monitorar o funcionamento do “coração” naquelas esticadas de leve, e claro, sempre preservando a Parati que está com apenas 115.000km originais e só sai para passear apenas nos finais de semana. Fechando a parte vigia do motor, no console há um voltímetro, original da VW, vindo de um Passat TS.

.:run4fun:.

Já na parte de entretenimento, o sistema de som conta com um player Pioneer DEH 5980 IB, que é conectado ao módulo Hurricane HA 4.120 liberando potência para um sub Bomber Upgrade de 12” instalado em uma caixa dutada no porta malas e mais dois pares de falantes de 6” também da hurricane, sendo um par nos pezinhos na dianteira e outro par na tampa traseira, conferindo uma ótima qualidade interna, e um grave que já conquistou o 2º no SPL com 130,5 db no selo Audio Bass, uma boa marca haja vista que a Parati é um carro grande (para os padrões de SPL) e com pouquíssimos equipamentos.

Segundo o proprietário, os próximos passos são: buscar o primeiro lugar nas competições de SPL da região em que reside e até mesmo o estadual, a instalação de faroletes originais Cibié e um veneno no motor, com direito a dupla de Webers 40 “deitadas” e um comando 049G.

Uma geração inteira de aficionados por uma marca, inúmeros proprietários de carros pertencentes à linha quadrada são passados de geração em geração, diferentes modelos, mas com a mesma finalidade: PAIXÃO! Muitas vezes passados de pai para filho como esta Parati que você acabou de conhecer.

comentários
  1. PeLaDo.PabLo disse:

    Putz…brigadão ae Rafael e ao Felipe pela matéria com a Brankela hehe..abraçoooooo

  2. Gonzo disse:

    Mazahhhh brankela hein…Ta famosa..hehe parabéns ficou massa a matéria…

  3. Apesar de ser minha rival… tah lindona. Ficou muito legal a materia. Beijossssssss

  4. Godspeed disse:

    Show de bola a bixinha…Mas quero ver depois do up-grade com as 40tinha… OBS: 49g eh poco… 288 no minimo, com lenta de mil original… rsabraçow

  5. dj filter disse:

    tinha um adesivo do DJ Filter ali atrás! mas a chuva tirou! uahuahauhashoooow de bola!

  6. Alemão disse:

    Opá!Ficou muito bacana a matéria hein!Parabéns!Tá lindonah a parati!Obs: Só tiraria essas lanternas brancas da traseira!…=]!Abração!

  7. Anonymous disse:

    ae maluco tenho uma gl 1.8 1990 igual a essa com nota e manual sou segundo dono ela ta com 150mil km original ñ troco por nada, recebo muitas ofertas, ñ aceito pois é carro pra colecionador .há e é branquela tbem.

  8. E aí galera meu amigo sabe mesmo abafar com sua Parati teve uma boa ajuda na matéria pq ficou de mais mesmo a fotografia é de ótima qualidade excelente trabalho parabéns Pablo e a todos os amigos do Blog e caso tenham curiosidade de conhecer o meu blog da Cia & Fusca de Santa Maria serão todos bem vindos ok http://ciafuscasm.blogspot.com/

  9. Anonymous disse:

    It is interesting. You will not prompt to me, where to me to learn more about it?

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s