::Mitsubishi Eclipse GT V6::

Publicado: maio 27, 2009 em Eclipse, Mitsubishi

Eclipses são fenômenos celestes, que ao longo da história causaram temor e admiração. Uma relação difícil de entender, mas impressionante de se observar e se estudar. Povos mitológicos relataram estes fenômenos como se monstros mitológicos estivessem tentando devorar o sol e a lua. Besteira? Não se levarmos em consideração o que um casal carioca fez com seu 4G (a quarta geração do esportivo da Mitsubishi).

.:run4fun:.

A paixão por carros e velocidade veio por acaso na vida do casal. “Até 2006 andavamos de Ford Ka e nem pensava em ter um carro esportivo, muito menos importado. Achava um absurdo gastar dinheiro com carro. Mas comecei a pegar mais a estrada e passei a gostar mais de velocidade.” – diz ele. Após alguns comparativos e diversos modelos de carros esportivos a dúvida maior caiu sobre o Eclipse 4G e um 350Z. Com duas filhas pequenas e malas aleatórias, a escolha ficou para o Mitsubishi por conta de seu espaço para as meninas, seu porte e seu charme. “O vendedor ainda disse que eu poderia levar no dia. E levamos mesmo! Um Eclipse preto, de cambio automático.”

É, nem sempre as escolhas que fazemos são as melhores, mas tudo na vida tem conserto. “Como eu não planejava usar o carro em pista e era o único pra pronta entrega, fiquei com o automático. Hoje sinto as limitações dele na pista e planejo trocar por um de câmbio mecânico.” Sim! O carro é usado muito mais em pista do que nas ruas e acabou ficando para a esposa, quando o marido, já fascinado, adquiriu outros dois Eclipses: Um GST com mais de 600cv e um GSX com cerca de 470cv, ambos do ano de 1995. “Minha esposa agora é a principal condutora do 4G e eu estou ficando mais no GST. Ela comecou meio que sem querer, para aproveitar uma inscrição que eu já havia pagado e não pude ir devido a uma cirurgia de coluna que havia sofrido. Agora ela é mais fominha que eu e só deixa eu andar no 4G quando já esta cansada ou quando a gasolina esta acabando (pra que eu tenha que abastecer).”

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.

Morando no Rio de Janeiro e com “a faca e o queijo” na mão, o casal começou a participar freneticamente de todos os Track-Days ocorridos no sudeste desde então e já foram mais de dez em menos de um ano. Logicamente, à medida em que iam participando, a quantidade upgrades para aprimorar o veículo e a condução seguiam. Na oficina RaceArt o casal encontrou o apoio necessário para a instalação dos upgrades, que não foram poucos. A suspensão conta agora com uma Progress anti-sway bar (24mm ao invés dos 21mm originais). “Melhorou substancialmente a tendência de sair de frente. Foi minha primeira modificação e praticamente obrigatória nesse carro se você quiser uma tocada mais forte.” Os amortecedores agora são do tipo coilover da Megan Racing com ajuste de altura e 32 níveis de carga (dampening). As buchas da suspensão agora são da Energy e são confeccionadas em poliuretano, bem como os coxins do motor. O Ingall Stiffy é uma espécie de amortecedor instalado ligando o motor ao chassi e tem função de reduzir a perda de torque por vibração excessiva. Foram adicioandas ainda barras anti-torção superior e inferior dianteiras da Tanabe para reduzir e distribuir o esforço do chassi na dianteira do Eclipse.

As belas, leves e resistentes rodas são as Volk Racing modelo CE28N de diemnsões 8,5×18″, que pesam míseros 7,5kg cada, calçam pneus Yokohama Advan A048 de medidas 225/40-18″ e escondem o kit de freio Big Brake da StopTech modelo ST-60 de 355mm de diâmetro com pinça de seis pistões na dianteira. As pastilhas são da Halk modelo DTC 70 na dianteira e HPS para a traseira, que possuem maior poder de fricção. “Antes eu gastava um jogo por Track-Day. Agora jah estou no quarto evento com um jogo só e está meia-vida.” – diz ele. As linhas de freio foram substituidas por outras da Tecna-Fit e o fluido, trocado a cada evento, é o Motul RBF 600.

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.

O motor recebeu um CAI da Injen para otimizar a admissão, enquanto o escape fora completamente substituido por outro da mesma marca com um coletor longo da RippMods. Na admissão foi adicionado ainda um Thermoblok kit da Outlaw Engineering que serve para separar o calor do cabeçote do ar que vem da admissão, tornado-o mais frio e consequentemente, mais denso. Com as atuais modificações e já pensando no que vem pela frente, foram adicionados dois sensores WideBand extras, um sensor EGT e outro MAP. Eles mandam as informações para o monitor do DashDaq DataLogger, que converte em dados e que em breve ganhará mais algumas funções: Monitorar o funcionamento de um compressor centrífugo e de um sistema gerenciador de ignição e combustível AEM que deverão ser instalados em breve. Para facilitar a tocada durante os Track-Days, foi instalado um módulo BrianJ Shift que permite efetuar a troca de marchas pelo volante para domar os 310cv atualmente gerados pelo motor V6.

Visualmente o carro é bem discreto. Foram adicionadas Fangs (garras) ao pára-choque dianteiro, EyeLids aos faróis e kits de lâmpadas de xenon aos faróis e milhas. Uma tampa de combustível metálica contrasta com a bela carroceria negra e faz deste 4G um dos Eclipses mais belos do país.

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.

“A coisa que eu mais gosto de fazer com o 4G é coletar dados para modelá-lo no simulador de corridas (GTR2). Tenho todas as configurações que já tive do carro modeladas para o jogo. Meu tempo na vida real é praticamente o mesmo que no simulador em Jacarepaguá.” – diz ele, deixando transparecer um de seus hobbys.

Creio que os povos antigos estavam certos sobre os Eclipses. Definitivamente eles sabiam que são monstros devoradores, mas erraram em dizer que devoram o sol e a lua. Na verdade, este monstro tem fome de asfalto.

Grande abraço a todos.

Anúncios
comentários
  1. Paulo disse:

    Show de bola!!!

    Mas que mudança hein, Ford Ka por coleção de Eclipses!

    Será se o cara tem grana???
    huahahahahahaha

  2. rha_81 disse:

    Show de bola o carro… uma história realmente facinante… esta ai é a primogênito de toda uma nação!!!!

  3. Rick disse:

    Bela história, ta de parabéns pelo carro e pelo investimento.

  4. J&k disse:

    que casalzinho simpatico esse hem…

    kiria é ser filho delles!!!

    agua suja pro vinho!!!

    parabens rafa pela materia!!!

  5. Rodrigo disse:

    LIndo carro mesmo

    AInda mais correndo em Interlagos no Track Day do NDA racing !

  6. Sem dúvida o Eclipse é um dos grandes esportivos que, aliás, passam despercebidos.
    É um belo carro.

    abs

  7. Anonymous disse:

    Caramba… de ford ka para 3 eclipses…

    Conta ai o segredo vai? ehehhe

    Parabéns pelos carros

  8. Anonymous disse:

    Belo carro. Mas um manual seria muito mais adequado. Pena que existe um pau no cú em Curitiba que tem uma eclipse preta e se acha a última bolacha do pacote, vi no site mitsumania. Ele detona a imagem desse teu belíssimo exemplar.

  9. Anonymous disse:

    I congratulate, you were visited with simply excellent idea

  10. Anonymous disse:

    I apologise, but, in my opinion, you are not right. I am assured. I can defend the position. Write to me in PM.

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s