::Subaru Impreza WRX STi::

Publicado: outubro 4, 2009 em Impreza, STi, Subaru, WRX
O mundo subarista já se viu em diversos momentos. Passando pela personalização extrema, motores ultrapotentes, rodas extra largas e interiores psicodélicos, creio que agora estamos diante do melhor de todos eles. Os proprietários estão cada vez mais interessados em performance, kits estéticos são feitos sob medida para cada modelo e geração com matériais de boa qualidade, rodas e pneus mais leves sem perder suas propriedades, interiores discretos e funcionais.

Em várias destas andanças por fóruns, blogs e sites especializados, encontrei um belo modelo o qual conseguiu unir todas as características já citadas em um único exemplar. A cor não poderia ser mais apropriada: WR Blue Mica. A cor oficial dos Subarus de competição e capaz de fazer qualquer aficcionado pela marca embasbacar-se diante de um exemplar pintado nesta tonalidade. Pessoalmente é ainda mais bela. Logan, morador de Winter Park, na Flórida/USA é o proprietário deste exemplar. Estudante, ainda pretende aprimorar muito mais seu WRX STi Blue Mica. “A meta é tirar mais de 500cv do motor até o ano que vem, quanto termino a faculdade e poderei me dedicar mais ao ‘Scoob’.” – diz ele.

O motor boxer de quatro cilindros contrapostos de 2,5L recebeu um Accessport Engine Management para facilitar as configurações na ECU. O escape foi completamente substituido por um Invidia N1 Race confeccionado em aço inox. As polias do motor agora são da Cobb Lightened de menor peso, aliviando o esforço dos componentes à elas ligados e favorecendo uma subida de giro mais rápida. A tampa do reservatório de óleo e da SPT Oil Cap. As mangueiras do sistema de refrigeração são da Samco, confeccionadas em silicone. O radiador recebeu uma nova e maior ventuinha da Subtle. A bateria fica presa por uma barra anti-deslocamento da SPT. Uma válvula de controle eletrônica da Perrin controla a sobre-pressão do sistema. O intercooler original foi excluido e em seu lugar entrou um P&L instalado na grade do pára-choque dianteiro. Da P&L ainda vieram o CAI, os coletores quentes para a turbina e o coletor frio da turbina, que receberam banho cerâmico para melhor dissipação do calor gerado. Os coletores de escape do conjunto são da Perrin também em aço inox e com banho cerâmico. O coletor de admissão é da PNP e uma APS TGV Delete foi instalada para melhorar o fluxo de ar fio no motor. A turbina utilizada é uma Garret GT35R roletada (daí o “R” no final) com caixa quente modificada para .82. A responsável por regular a pressão de trabalho da turbina é uma wastegate Tial de 44mm e, da mesma marca, uma válvula blow-off de 50mm é responsável por expelir os gases não utilizados na pressurização. A bomba de combustível é uma Walbro 255 que alimenta os sedentos bicos injetores da Deatschwerks de 850cc. A bomba de óleo é uma Perrin e garante pressão e uma boa circulação para o sistema, assegurando a durabilidade do motor. As velas utilizadas são as NGK de Iridium e garantem faíscas sempre fortes. O motor só trabalha com óleo Royal Purple de especificações 5W30 e o acerto do conjunto foi dado por Jorge, da P&L. Com todas estas modificações o motor 2,5L passou de 305cv para pouco mais de 380cv com 318lbs/ft de torque. Pode parecer pouco, mas Logan preferiu manter-se conservador num primeiro momento para poder extrair mais potência assim que puder dedicar-se mais ao veículo.




A transmissão também teve que receber melhorias para aguantar o tranco dos 380cv e estas vieram em grande estilo. Uma short shifter da Cobb com duplo ajuste reduz o tempo de troca de marchas no câmbio manual de seis velocidades. O embuchamento do câmbio foi substituido por peças em poliuretano da Kartboy para as marchas à frente e uma peça da SPT (Subaru Performance Tuning) para a ré. O acionador da alavanca é da Kartboy e possui buchas de PU para maior firmeza no engate. Um atuador de embreagem da IXIS ameniza a pressão no pedal, uma vez que o novo conjunto da ACT HD exige um pouco mais de força para acionamento. Agregados de motor e câmbio da Group N foram instalados para garantir aos sistema maior firmeza. O câmbio trabalha com óleo Motul Motul Gear300 e o diferencial recebe sempre óleo Motul 90PA para não sofrer danos desnecessários com uso de lubrificantes de qualidade inferior.




Internamente o STi recebeu bancos Bride modelo Cuga, com trilhos da Wedge Engineering, e nova forração com temas da Bride. Forros de porta, coifa do câmbio, coifa do freio de mão e apoio de braço central receberam o tecido com as inscrições da marca. O volante recebeu forração em alcantara e a manopla de câmbio agora é da Coob. Na coluna ‘A’ estão alocados em um suporte feito pelo proprietário os manômetros de pressão e temperatura do óleo e pressão da turbina. Uma AEM Uego Wideband AFR foi adicionada no painel para monitorar a mistura ar/combustível juntamente com um pirômetro (manômetro para medir a temperatura dos gases no escapamento). As pedaleiras são STi Red e algumas peças do interior foram pintadas para compor um visual mais harmônico.



A sonorização extra fica a cargo de dois subowofers JL Audio instalados no porta-malas, tocados por um amplificador da mesma marca. Ainda da JL veio um Cleansweep, que permite que as funcionalidades dos equipamentos de som originalmente instalados não sejam preservadas, mas que sua qualidade seja amplamente melhorada com a inserção de outros equipamentos aftermarket e este funciona perfeitamente em conjunto com o DVD/navegador original Subaru. Para segurança, um alarme Viper modelo 5901.

Externamente o WRX STi recebeu um belo capô em fibra de carbono da Seibon modelo CW que fora pintado na cor da carroceria para amenizar o visual. O aplique identificador dos pára-lamas dianteiros foram eliminados pintados de preto fosco e as buzinas Hella Supertones receberam tinta também, estas na cor da carroceria. Logan ainda pintou de preto fosco a grade dianteira e as máscaras dos faróis. Os pára-barros foram substituidos por modelos da RA. Os faróis de neblina foram pintados de amarelo e todos os pára-lamas foram alargados para receberem o novo conjunto de rodas e pneus. O limpador do vidro traseiro foi eliminado e a antena agora é uma Perrin modelo curto. As lanternas traseiras foram pintadas de vermelho com a parte da seta e luz de ré esfumaçadas. Os faróis dianteiros receberam angel-eyes da Lightwerkz e as lentes foram esfumaçadas nas bordas para um visual mais ‘sinistro’. As logos e emblemas foram pintadas e a traseira recebeu um complemento de engate/reboque (tow hook) da Nukabe. O pára-choque dianteiro foi cortado para a insersão de saídas de ar laterais confeccionadas em fibra de carbono.








A suspensão utiliza coilovers da BC Racing, ajustadores da cambagem da Whiteline na dianteira e na traseira. A traseira recebeu ainda braços de suspensão da Megan Racing com buchas de PU da Whiteline em todo o conjunto de suspensão. Da Perrin vieram a barra anti-torção superior e as barras anti-rolagem de 22mm na dianteira e traseira. As rodas são as desejadas Prodrive modelo GC-010G de medidas 10,5×18″ com off-set de +22mm assentadas em pneus Nexen modelo N3000 de medidas 275/35-18″ em tudo. As rodas foram instaladas utilizando parafusos azuis da 5Zigen e fecham o pacote arrebatador deste belo Subaru WRX STi


Um carro belo, completo e com muito potêncial para melhorar ainda mais. Após passar dos 500cv, este exemplar estará completo. Será?!

Abraços!

Anúncios
comentários
  1. Isaías disse:

    CARRO DE MUITO BOM GOSTO! SO DIMINUIRIA O PERFIL DOS PNEUS DIANTEIROS!A NAO SER QUE A TRAÇAO AI SEJA NAS 4 RODAS! QD PASSAR DOS 500HP VAI TAH NO PRIME!

  2. Francisco Neto disse:

    Bonito é ele! Deve fazer zerinhos mais fácil que empurrar bebado em ladeira! 😀 uhehueuheheu

  3. thiago disse:

    é o wrx mais bonito que eu ja vi…muito bom gosto…TOP!!!

  4. Thiago disse:

    Lindo exemplar!! Impreza é o carro!! Só as pessoas que conseguem compreender o espírito e o potencial da caranga compram um. Por isso não é comum vê-lo nas ruas. Sou fã de carteirinha, mesmo não possuindo um (mas chego lá!!!)…

  5. Ballestrini disse:

    Como o Thiago disse, quem tem um subaru entende a maquina que é, compra pelo fato dele ser CARRO de verdade, não consigo imaginar o pq não temos muitos no Brasil !

    2.0 4×4 Manual, meu sonho ! 69 mil !

    Lindo carro, com bela preparação, quem é o SI para acompanhar um Subaru em curva, ambos originais !

  6. Jebalaio disse:

    É do Schlags… o moleque mudou para o Missouri.

    É um completo babaquinha, torra dinheiro para andar com o Scooby a 20 por hora, a galera estava pegando no pé dele nos fórums do NASIOC.

    Implicaram sobretudo com a cambagem de contra-relógio das rodas. A galera lá não perdoa e é tudo subaru owner.

    😀

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s