::Quatro mãos, duas cabeças, duas carteiras e esposas furiosas::

Publicado: fevereiro 6, 2010 em VW Fusca'76
Bom, são exatas 03:46AM do dia 06 de Fevereiro de 2010. Acabo de acordar pois a ansiedade não me deixa dormir apesar do dia anterior ter sido extremamente cansativo e conturbado. Nunca fui de sentir essas “frescuras” e muito menos perder sono por conta de coisas deste tipo (so me lembro de uma vez quando tinha uns 05 anos e iriamos para a praia pela primeira vez), mas o motivo que me atormenta é realmente especial para mim e como não poderia ser diferente, venho compartilhar como todos vocês, amigos.

Que eu me recordo, esta história se dá desde meus 09 anos, época em que comecei REALMENTE a exercer meu fascinio por carros. Antes eu gostava bastante, mas não comprava revistas, miniaturas, cadernos com carros na capa… e foi quando meu pai chegou em casa com minha primeira revista automotiva. Essa era minha, só minha, de mais ninguém! Na capa, um Chevrolet Omega prata e no pôster uma Mclaren F1 que ainda hoje habita meus sonhos. Ganhei a revista de aniversário e satisfiz-me com folear, re-folear, re-re-folear a revista exaustivamente por vários dias. Quase que a decorei por inteiro.

Conversando com meu pai sobre carros, ele sempre falou de sua grande paixão por Fusca e eu, desde aquela época até alguns anos atrás, nunca ví o sedan da VW com doces olhos. Era um carro antigo e ponto final. O tempo passa e toda vez que conversavamos sobre carros, meu pai sempre caia na mesma ladainha: “Eu tenho vontade de ter um Fusca arrumadinho pra curtir nos finais de semana”.

.:run4fun:.

Não somos ricos. Nem eu ou minha irmã ganhamos um carro ao completarmos 18 anos e sempre trabalhamos desde cedo. Eu trabalho com meu pai desde os 11 anos de idade no escritório de contabilidade da família e sempre tiramos de lá nosso sustento, hoje para duas familias: A dele e a minha. Nunca tivemos carros à vontade para passear, namorar, curtir… era preciso fazer por merecer e cuidar do carro que tinhamos, dai sim poderia usar o carro a noite, após ir à missa. Ter carro por hobby então sempre foi uma verdadeira guerra lá em casa. Sempre houve uma reforma, uma construção, uma prestação, um móvel novo, um eletrodoméstico que precisava ser substituido antes do Fusca do meu pai. Desde 1994 temos sempre um carro adquirido 0km na garagem, na base da “entrada + 786364152617832801787 prestações”, mas sempre precisamos de carros que rodem bastante sem quebras, surpresas ou panes gerais, seja por conta da empresa, seja por conta das mulheres da familia que não se viram nem pra trocar um pneu sem me ligar para perturbar.

Eu quebrei essa regra imposta por minha mãe quando comprei meu primeiro carro, que deu perda total e de quebra, ouvi diversos e diversos: “Eu avisei que carro velho só da problema!”. Dai comprei o Uno e “todos viveram felizes para sempre”… até hoje.

Casei, vendi o MEU carro para ter um carro NOSSO, tenho filhas pra criar, contas para pagar… mas minha vontade de ter novamente um carro MEU para poder “buliná-lo” sempre esteve presente, pena que a grana $$$ não esteja tão presente assim. Apesar de tudo, sempre aparece um “capetinha” atentando para fazer esse momento chegar o mais breve possível, seja na forma de uma Chevrolet Caravan’78, um Fiat Uno 1.6R, um Ford Escort XR3 sempre oferecidos por amigos a preços mais baixos para satisfazer ambas as partes e por saberem que trato carros melhor do que trato pessoas, mas sempre deixo a razão falar mais alto.

Obra do destino ou mero acaso, há umas três semanas um amigo me ligou:
– Faaaaala bichona (cordialidade acima de tudo)! Tudo tranquilo?:
– Coé muleque! Tranquilo? Tá mandando o quê?
– Bicho, tô vendendo o Fusca. A grana apertou, tô com o carro parado, precisando colocar o Prêmio pra rodar e o Logus tá querendo me deuxar na mão.
– Sério mesmo? Tá pedindo quanto?
– R$ 3.000,00, mas quero passar pra alguém de confiança e tals pois tem que colocar ele pra rodar e transferir.
– Cara, na moral… tô mexendo com reforma e qualquer centavo pra mim é dinheiro pracaralho! Mas vou passar a bola pro meu pai. Ele gosta dessas bicheiras…
– Beleza! Vê e me liga!
– Fechado! Falou, viado!
– Té mais, biba.

Fui resolver umas pendências da empresa com meu pai e papo vai, papo vem, comentei do Fusca com meu pai que parou, pensou, pensou e suspirou: “É… uma hora chega minha vez”. E aquilo me veio como um estralo na cabeça: Vamos rachar a conta!!! O Fusca não andava, havia sido completamente desmontado pelo meu amigo, trocadas algumas partes que não tinham mais salvação, revisado o motor, trocado o eixo dianteiro… mas estava um lástima, pois ele se desinteressou pelo projeto e focou em outras prioridades, deixando o Fusca parado por uns dois anos. Expliquei tudo pro meu pai e o convenci a irmos ver o carro sem qualquer compromisso. Só ver.

Liguei para o meu amigo e falei que iriamos ver o carro ainda naquela semana de acordo com a disponibilidade do nosso trabalho. Era numa segunda-feira e na quinta meu amigo iria viajar, retornando somente duas semanas depois. Não fomos ver o carro naquela semana. Na seguinte ao retorno da viajem ele me ligou e disse que poderiamos ver o carro no Domingo, mas eu e meu pai estavamos cansados e não fomos. Ficou para a semana seguinte, mas não fizemos muito esforço pois estavamos sem grana $$$ e com muito trabalho.

Até que meu amigo me manda uma mensagem via fórum: “Run, cadê você?”. Daí tive que ser bem sincero e expliquei exatamente o que estava acontecendo. Tinhamos outras prioridades no momento e não teriamos como ver o carro naquela semana pois tanto eu quanto meu pai estariamos envolvidos em atendimentos aos clientes do escritorio a semana inteira. Praticamente descartei o Fusca. Em menos de dois minutos recebo outra mensagem: “Preciso vender o carro para alguem de confiança! Está com a documentação enrolada e não quero passar pra desconhecidos. Faço pra você por R$ 1.800,00, mas tô precisando da grana $$$”.

Peguei o telefone e liguei para o meu pai. Não atendeu. Sabia que estava em reunião com um cliente, mas precisava falar da novidade. Tentei novamente:
– Porra Rafael, tô com um cliente! Tem que ser urgente.
– O cara do Fusca quer R$1.800,00
– … (suspiro).
– Pai?
– Desmarca o que você tiver pra fazer hoje a tarde. Vamos ver esse carro.

Liguei para o meu amigo que prontamente informou que estaria em casa a tarde e que ficaria nos esperando. La pelo fim da tarde chegamos ao local combinado e ele nos levou para ver o carro. Até uns três meses atrás o Fusca estava numa garagem, mas foi necessário reformá-la e o Fusca ficou largado em uma obra próxima sob sol, chuva e sereno. O que não estava bom, largado apresentava-se ainda pior.



::VW Fusca’76 ainda na garagem::

Olhamos o carro de cabo-a-rabo e constatamos o que precisa ser feito:
* Falta o banco do passageiro
* O banco do motorista está muito rasgado
* Precisa trocar as duas folhas laterais dianteiras e o bigode
* Arrumar base do vidro traseiro
* Trocar lanternas traseiras
* Trocar retrovisor
* Funilaria e pintura completa
* Quatro pneus novos
* Forração interna completa
* Bateria nova
* Revisão elétrica, suspensão e freios
* Trocar painel
* …

Mas ninguém compra um carro por seus defeitos, então vamos à parte boa:
* Fusca ’76
* Motor 1.500cc
* Câmbio revisado
* Alternador Bosch
* Ignição eletrônica
* Pára-lamas dianteiros e traseiros originais
* Chassi íntegro
* Assoalho, galhada e caixas de ar novas
* Estribos novos
* Quadro de suspensão dianteiro completo dos modelos ’94
* Freios a disco na dianteira
* Vários detalhes originais
* Portas, capô e mala originais.
* …




Conversamos sobre a documentação, forma de pagamento, guincho… saímos de lá satisfeitos. Meu pai por ter finalmente encontrado um Fusca para poder deixar do jeito dele e eu pela felicidade do meu pai em vê-lo parecendo uma criança de 03 anos ganhando um presente, além de ter um carro para mexer. O carro foi guinchado hoje e levado para a casa do meu pai, onde ficará por um bom tempo até que uma das oficinas que confiamos fique vaga. Enquanto isso, vamos brincando. Já limpamos ele completamente por dentro e dentro de algumas semanas ele parte pra funilaria. A cara da minha mãe quando viu o carro era impagável. Um misto de decepção, desilusão e repulsa.

Ainda não definimos como vai ser o projeto para este carro, mas de certo não vai ser original. Não se assustem, também não vai seguir pela idéia do meu pai e virar carro de som (bleargh!). Na volta para casa fizemos um trato: Não vai ficar do meu jeito, mas tudo, TUDO o que ele quiser fazer no carro terá que ter meu aval!

Umas das coisas que concordamos é que o carro será branco. Para não alterar no documento, por ser a cor original, por gostarmos de Fusca branco, aspecto de limpo… Ah, também concordamos que será rebaixado, só que no meio termo. Nem eu, nem meu pai. Uma das projeções que mais gostamos foi a primeira foto deste post. Nada exagerado, mas sem muita simplicidade.

Concordamos também que não mudaremos nossas prioridades. Temos trabalho pra caramba em 2010, reforma de casa para concluir, investimentos para melhorar qualidade de serviços dos funcionários… e tudo isso vai $$$, portanto, não esperem atualizações semanais ou mensais. Na medida que a grana $$$ for sobrando ao fim do mês (se sobrar), vamos comprando uma coisa ou outra para o Fusca. Mas a prioridade e fazê-lo andar e ficar ao menos “passável” na vistoria para regularizar a documentação.

Eu precisava compartilhar esta alegria com vocês.

Um Fusca ’76 a quatro mãos, duas cabeças, duas carteiras e duas esposas furiosas!

Abraços!

comentários
  1. Francisco Neto disse:

    huauhauhauha😀 Adorei o final do título do post!

    Só presta assim Rafa!! PARABÉNS pela aquisição! È um fusca humilde, mas com muito potencial a ser explorado! Nada de presa como vc mesmo falou e ideias aos montes. Da pra SENTIR através das suas palavras que vc e principalmente seu pai estão muito contentes com a empreitada! Uma ótima maneira de ocupar o tempo livre. E de quebra: pai e filho trabalhando juntos num projeto simples, mas que dará um resultado final excecpcional.

    Parabéns! Fico feliz como leitor, de compartilhar desse momento tão legal😀. Estou na mesma situação. Reformar um Gol LS 82″. Apresento-o em breve, la no ratvolks. Ali vai demandar tanto tempo e trabalho quanto seu mais “novo” bólido alemão.

    Abraços!!

  2. Fww disse:

    Hahaha, agora entendi porque você me ligou pedindo o telefone do guincho!

    Parabéns muleke!!
    Se precisar de ajuda, é só chamar!

    Abraços,
    Daniel

  3. meus parabens pela encrenca…muita coragem e disposição…pq não é facil esta vida de fuça em carro, quando não temos a disposição uma boa conta bancaria!!!!

  4. Patrick Lopes disse:

    Cara, parabéns pela coragem, sua e do seu pai. Um dia penso em fazer algo parecido mas ainda tá faltando a coragem.
    Nada melhor do que compartilhar com o pai a paixão por carros e um projeto desse estilo.

    Boa sorte nessa empreitada e que o projeto se conclua o mais rápido possível pra você colocar as fotos do fusca aqui no blog.

    Abraço

  5. Frederico disse:

    Parabens pela aquisição e boa sorte na reforma. As rodas pretas (Ou seria grafite, cinza escuro?) ficaram show.

  6. AIRpower disse:

    rsrsrs

    Não existe emoção melhor. E as expressões ta,bém são muito cômicas quando chegamos em casa todos cheio de sorrisos sendo que todos estão desconjurando nossa aquisição rsrsrs

    Parabéns a vocês.

    _________________________________________________________________________
    Se você gosta do Fusca e seus derivados, acesse http://www.fuscanafoto.blogspot.com/ e confira as mais belas e curiosas imagens do universo aircooled. E não esqueça de deixar seu comentário!

  7. Celso disse:

    Que espetáculo de post!
    Fico muitíssimo feliz por você…
    É assim que eu espero dar andamento ao planejado para o meu Chevette 1977!

    Meus sinceros parabéns e que as duas gerações fiquem felizes!

    Abraço cara!

  8. Ice Man disse:

    Parabens 4Fun!!!!
    Ainda pego um Fusca assim e dou pro meu Pai…hauhauhauhua
    Pegou o Besouro do Puyero??? Detalhe para as calotas do Uno no interior do carro😀
    Boa sorte com o Projeto

  9. Marco Queiroz disse:

    “Desilusão, decepção e repulsa”… Essa eu vou adotar, por que tambem conheço esta expressão!

    E olha que nem é da esposa – as vezes os amigos são barreiras mais dificeis de serem superadas que a familia.

    Mas, como agora mudaste de lado – em vez de apenas contar, vai ter de botar as mãos – acho que vais descobrir rapidinho.

    Mas fica tranquilo, que muitas coisas realmente boas acompanham o pacote.

  10. .:run4fun:. disse:

    Galera, obrigado a todos pelas palavras! Realmente, apesar da empreitada árdua, já sonhamos com a primeira volta no Fusca.

    O carro era do Pueyo sim! E não pensem que estão safos. Sempre que precisar de QUALQUER um de vocês, não exitarei em pedir.

    Obrigado a todos pela força!

    []'s!

  11. Roh disse:

    parabens ai cara e boa sorte com o carro!

  12. André Luiz disse:

    Que massa, hein?! Num é um 1.6R mas tá valendo! hahahahaha!
    Parabéns ai caboco! Não deixa de dar notícias sobre o andamento da reforma. Quero acompanhar passo a passo do que fará.

    Grande abraço.

  13. Luizcb disse:

    opa… parabens pela aquisicao amigo… e sempre é assim quem nunca teve fusca nao gosta… depois que tem se apaixona… é dificil falar, mas veras que é verdade hehe
    Da trabalho mas vale a pena…. parabens parceiro precisnado é so falar.

  14. RODRIGO disse:

    Show de bola hein Rafael. Belo texto. Aposto q meu ex-fusca esta em boas mãos.
    PS: o Luiz achou vc fera D+, disse q vc é mto gente boa, coitato, n te conhece né?! ahuaauhauahua. Ele passou lá no Ministério pra falar comigo.

    abração

  15. Ziki disse:

    Parabens cara. Que este carro te traga muitas alegrias.

    Um grande abraco,
    Ziki

  16. kaled disse:

    parabens Rafa, ate que enfim vamos acompanhar um projeto seu, ja estou esperando coisa mto boa

    quem batalha pra conseguir o carro dos sonhos e monta-lo da sua maneira, concerteza se emocionou com a materia. Vou ficar ligado aqui como sempre, para acompanhar as otimas materias e agora o seu projeto, que como vc mesmo disse, vai sendo feito devagar, mas com certeza muito bem feito e de extremo bom gosto

    enfim, meus parabens mais uma vez, abraços

  17. Ballestrini disse:

    Cara, parabens !

    Tenho umas historia desse tipo…

    Um puma 79 q era do meu avo q nao conheci e minha vo me deu aos 12 anos, fiz 20 hj e ele ainda esta parado, nunca sobra grana, e quando ia sobrar eu bati o carro daqui de casa… 5 conto !

    Mas tenho certeza q um dia esse puma vai ficar do meu jeito, e gostaria muito de ver ele aqui…

    Boa sorte, e como vc disse, e já q nao temos grana pra brincar de carrinho, devagar e sempre, um dia as coisas vao….

  18. Thiago França disse:

    Cara, me emocionei com a matéria… Vai firme no projeto! e você escreve muito bem…
    Abraços

  19. boa sorte meu querido, que nossos carros fiquem como nós desejamos!! =D

  20. nEoTTi disse:

    E ai RAFA, primeiro parabéns pela nova aquisição, excelente texto. Fusca é como o Luizcb falou, basta ter um pra se apaixonar ou odiar pro resto da vida … rsrsrs. Se precisar de alguma coisa é só gritar, pois de fusca eu posso opinar/ajudar/atrapalhar um pouco !!!

    Abraço,

    nEoTTi

  21. Rafa Paschoalin disse:

    SHOW!! Parabéns pelo projeto, tenho certeza que esse fusca trará muitas alegrias a dupla pai e filho..

  22. Conde disse:

    Rafa
    Parabéns!Se é que a grana tá contada , o entusiasmo tá transbordando e é isso que conta.
    Alem do mais ter um projeto compatilhado com o pai , é um previlégio . O Fusca vai ficar lindo , vcs ficarão mais amigos do que nunca , suas filhas irão amar o carrinho…. e as esposas continuarão furiosas , mas muito orgulhosas de vcs por dentro . Inveja da boa . Um abraço , Conde – São Lourenço – MG

  23. .:run4fun:. disse:

    Galera, muitíssimo obrigado a todos!
    São palavras como as de vcs que sempre nos motivam a continuar!

    Grande abraço!

  24. Cara, não sei se te dou parabéns ou pesames… brincadeira (sério, vc tá ferrado… uehueh), carro antigo é um poço sem fim! Escolheu o carro certo pra fazer na raça! Legal que ele tem a parte mecânica praticamente pronta, ai é juntar $ pra funilaria e interior. Enfim, a parte a ser customizada está em branco, literalmente! (confira se era essa mesmo a cor dele)! enfim, muitas histórias por vir (fusca é história pra contar, não adianta), parabéns e bem vindo ao time! (não sei se vc vai lembrar mas fiz as fotos do fuque rat do Vina)

  25. .:run4fun:. disse:

    Camilo, claro que lembro! Não sou bom em associar rostos, mas nunca esqueço um nome. Se o motivo para a lembrança for bom, aí é que não esqueço mesmo.

    Obrigado pela “força”. Não temos pressa e nem $$$. Nestes projetos, acho que é o que mais conta para que a coisa seja feita com calma e critério.

    Na festa de 15 anos da minha filha, ele vai levá-la ao baile. Isso é certo. Ah, minha filha tem 2 anos hoje, então… temos tempo.

    []'s!

  26. Anonymous disse:

    EU VOU TE FALAR!!!! É MUITA FALTA DO QUE FAZER!!!!! HAHAHAHAHAHAHAHA

  27. Fala Rafa, primeiramente quero parabenizá-lo pela ótima forma de escrever, pois esta virtude é o que torna uma boa história muito mais empolgante de ser lida. Ainda mais nos tempos atuais, onde só conseguimos “ler fotos” na internet. Me identifiquei muito com a sua história, pois a minha passa bem próxima do seu relato de “ralação” e pela vontade de ter um “carro-brinquedo”. No ano passado tive a necessidade de adquirir um segundo carro e resolvi então deixar um pouco o lado racional de lado e deixar o emocional falar, comprei um Brasília 75 (www.vwbr.blogspot.com). Deixei algumas “obrigações”, que na época achava indispensáveis, de lado e parti para dentro do VW. Posso te dizer que: realizei um sonho, fiz novos amigos e conheci lugares novos. Tudo isso com a família ao lado e, como vc disse, tomado pelo prazer de uma criança de 3 anos que ganha um presente. NÃO TEM PREÇO! Dou apenas um conselho que eu considero essencial para a manutenção deste sonho e foi a primeira lição que ganhei qd comecei a procurar um “carro velho” para comprar: coloque-o para rodar da forma que ele está e vá aos poucos fazendo o que deseja para finalizar o seu projeto. Só assim os problemas dele te irritarão o suficiente para que sejam resolvidos e, em contrapartida, cada vez mais vc irá curtir tudo que ele tem de bom. Só pare ele em uma oficina para reformá-lo se tiverem dinheiro para terminá-lo completamente, para não correrem o risco de abandoná-lo em detrimento de outras despesas, assim como ocorreu com o seu amigo. Tenho alguns conhecidos que resolveram parar o carro para fazê-lo e, como outras prioridades surgiram, estão desanimados para encerrá-lo. Desculpe-me por ter me alongado em demasia, mas acredito que o texto demandasse. Grande abraço.

  28. Anonymous disse:

    Cara sensacional a história me identifiquei muito uma pena ainda não ter conseguido comprar um carro pra mexer boa sorte ai no projeto estaremos todos vibrando como vc! Forte abraço maluco!
    TIAGO SITE CARBRITUS
    http://www.carbritus.com

  29. caio disse:

    Fala rafa parabens pela conquista!

    Queria saber onde tu fez aquele projeto do fusca no começo do post

    Valeu!

  30. caio disse:

    gostaria de saber que programa você usou para fazer o projeto do fusca

    abraços

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s