::Fiat 128 Rally::

Publicado: março 20, 2010 em 128, Fiat, Rally
“Fiat was breeding new marvels faster than gestation seemed possible, though none was more significant than the Fiat 128 of 1969. Modest in size and brilliant in detail, it was this car which confirmed the pattern for all popular manufacturers to follow”. A frase citada por LJK Setright, um respeitável erudito historiador automobilístico, vangloria toda a audácia da Fabrica Italiana de Automóveis de Turim – FIAT ao lançar o pequeno Fiat 128 numa época onde os carros largos, compridos, dotados de motores extremamente poluidores e beberrões eram o ápice do consumismo mundial. Apesar do pequeno espaço e pouca disposição, se comparado aos padrões da época, o Fiat 128 reuniu e ainda reune até hoje, inúmeros aficcionados e uma inenarrável história de vitórias e conquistas no mundo automobilístico e desportivo mundial.



Apesar de não ter chegado oficialmente ao Brasil, em alguns países vizinhos é possível observar diversos exemplares devidamente personalizados e tantos outros originalíssimos. Já na Europa e Reino Unido, a história do Fiat 128 é muito maior e melhor de ser contada, ainda mais quando se tem como ilustração do exemplar de Michael Ward, um jovem inglês apaixonado por este modelo. Inspirado por Giovanni de Gennaro que utilizou um modelo semelhante no Auto Italia Championship (corrida de regularidade para carros italianos antigos) na década de ’90, extraindo absurdos 175cv de um pequeno motor 1.6L com dupla carburação, Michael Ward tratou logo de adquirir o seu exemplar e personalizá-lo às vias de regra para não deixar nada a dever aos outros modelos clássicos que rotineiramente são expostos nos encontros e eventos.


A inspiração martelava Ward a cada dia. Com um enorme postêr da Scuderia Filipinetti na parede de seu quarto ostentando um belo Fiat 128 devidamente trajado de RaceCar, o desejo de montar seu próprio carro antigo de corridas estava cada vez mais moldado. Foi quando em 1998, Ward adquiriu seu exemplar pré-preparado para corridas, dotado de quatro portas, roll-cage e amortecedores Koni. Mas a realidade estava um pouco distante de seus sonhos. O carro apresentava diversos pontos de ferrugens, faixas porcamente pintadas à mão e um aspécto geral bem abaixo daquilo que um dia viria a se tornar. Levado para casa de Ward, o pequeno Fiat 128 foi completamente desmontado e todas as partes que apresentava algum ponto de ferrugem foram devidamente substituidas e reparadas para que o visual geral fosse o mesmo de um carro recém saido da preparadora, como um 0km.

A primeira fase do veículo contou com rodas Revolution de medidas 8×13″ pintadas de Sprint blue, que seria justamente a cor escolhida para o carro, adquiridas através de intensa procura de um membro do Fiat Motor Club Parliamo. No mesmo clube, Ward adquiriu um “doador”. Um outro Fiat 128 mas este com apenas duas portas para ceder ao projeto toda a parte dianteira de lataria e agregados, mas o carro estava em melhores condições que o primeiro e passou a tomar o lugar deste na aquisição de peças até se tornar o principal. Nesta época, Ward aproveitou para instalar um sistema de freios do Uno Turbo, a grade dianteira adquirida da equipe irlandesa “Team Little Italy’ e alargadores das caixas de rodas moldadas apartir de um 128 Abarth. Jovem, sem muitas reservas e tendo que se virar com as outras contas, o projeto caminhava a passos curtos, mas vez ou outra, Ward sempre trazia para casa um “mimo” para o Fiat.








Entusiasmado com o andamento do projeto, Michael perdeu a compostura quando viu anunciado um extraordinário motor de 1500cc com uma dupla de carburadores Weber DCOE de 40mm que renderam 160cv em um dinamômetro. Tratou de adquirir o conjunto que contava ainda com uma caixa de marchas de cinco velocidades do Lancia Delta, mas sofreu ao receber o motor em casa e perceber que faltariam várias peças e demais acessórios para montar seu 1500cc. Resolveu investir na montagem de um 1.301cc mesclando as peças já adquiridas e deste mix, nasceu um 1.301cc com dupla carburação Weber 40DCOE, com um elevado comando de válvulas, ignição Petronix com bobina Flamethrower e câmbio de cinco marchas derivado do Lancia.


As peças do ex-futuro-projeto foram transplantadas para a carroceria de duas portas qe agora conta com roll-cage homologada pela FIA, bancos em concha fixos da OMP com cintos de segurança de quatro pontos e volante herdado de um Lancia Delta Integrale. Completamente depenado, o interior ostenta o mesmo brilho da carroceria e nenhuma forração no assoalho, afinal, é um carro de corridas!

A suspensão foi completamente revisada, mas os amortecedores Koni precisaram ser substituidos por outros da mesma marca e modelo. As rodas Revolution foram trocadas por leves e belas Compomotive modelo CXR de medidas 8×13″ calçadas com pneus Dunlop 9000 de medidas 205/50-13″ que conferem toda a estabilidade necessária a um RaceCar.




Não foi possível chegar aos 175cv obtidos por Giovanni de Gennaro, mas os 105cv que rosnam debaixo do capô do Fiat 128 não são menos ferozes. Abaixo das 3000Rpm o motor reclama bastante e rende apenas o suficiente para colocar o carro em movimento, mas às 3500Rpm as “goelas” da dupla de carburadores se abre quase que por completo, fazendo o comportamento do pequeno Fiat mudar completamente.




O carro não é mais pertencente à Michael. Fora vendido em 2008 para outro entusiasta. Michael dedica-se atualmente a outro Fiat que possivelmente estará exposto neste blog, mas não contem com a pressa. Este 128 demorou exatos sete anos para ficar assim e durante todo este tempo, o entrosamento entre Michael e o Fiat foi aprimorando-se a cada dia. Tanto que em sua última participação em um evento de regularidade na colina de Brooklands, Ward foi o vencedor a bordo de seu Fiat 128 Rally. Nada melhor que o perfeito entrosamento homem-máquina para atingir o melhor dos resultados: A satisfação plena de um ótimo trabalho.

Anúncios
comentários
  1. André Leal disse:

    muito bonito mesmo… gostei…

  2. Ballestrini disse:

    Q belo fiat, imaginei um 147 com a mesma pintura e motor do querido 1.6r… ia ficar incrivel… quem sabe um dia…

  3. sneke disse:

    muito top esse fiat!!!

    bom c tivese saido no brasil tbm (6)

  4. Diego disse:

    Perfeito!!! Na Argentina existem vários destes!!!

    hey Rafa, tá devendo uma visita ao CUB hein… =)

    Abs!!

    Digo Garcia
    http://www.clubedounobrasil.com.br

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s