::DUBSport Time Attack::

Publicado: junho 13, 2010 em 2010, DUBSport, Time Attack
Aconteceu no dia 06 de Junho de 2010 mais uma edição do DUBSport Time Attack e como não poderia deixar de ser, o evento foi um verdadeiro sucesso!

Nas palavras de um dos organizadores do evento, André Luis Ferreira Cavalcanti, o release do evento:

No último Domingo, dia 6 de Junho de 2010, aconteceu na cidade de Saltinho ,interior de São Paulo, a segunda edição do Time Attack realizado pelo clube automotivo DUBSport.

.:run4fun:.

Para quem não conhece o Time Attack, trata-se de uma competição em um circuito fechado demarcado por cones, onde o competidor tem por objetivo realizar a volta mais rápida sem receber penalidades, já que a queda ou deslocamento de cada um desses cones implica no acréscimo de 2 segundos no tempo final. São realizadas quatro baterias e os cinco melhores tempos do dia voltam para disputar a SuperFive em que os três mais rápidos são premiados.

O evento contou com uma estrutura bem maior que a edição anterior, pois recebeu incentivos de grandes empresas como Webasto, Bauducco e TNT/Itaipava. O ambiente estava totalmente tomado pela ansiedade e adrenalina dos participantes e o espírito competitivo era evidente. A arquibancada podia presenciar pela primeira vez uma competição como esta na região.

As vistorias nos carros dos participantes começaram a ser feitas às 8 da manhã e em seguida já puderam ser realizadas as voltas de reconhecimento e treinos. Muitos participantes chegaram atrasados e isso os prejudicou ,pois diminuiu as chances de realizar acertos em seus carros, fazer os devidos planejamentos e até mesmo de memorizar a pista. Isso se refletiu nas primeiras voltas com muitos erros de traçado.

Treinos encerrados, já era hora de iniciar a competição. A primeira bateria iniciou-se pontualmente às 11 horas da manhã. Os carros largavam em ordem numerada. Diversos modelos como Palio, Peugeot 106, BMW M3, Xsara VTS, Clio, Celta, Viper, Jetta, Lancer Evolution, e vários Subaru Impreza fizeram parte do Grid.

.:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:. .:run4fun:.

.:run4fun:.

A primeira bateria começou como uma sessão de surpresas: alguns pilotos novatos estrearam fazendo volta de gente grande (destaque para o Subaru WRX hatch preto de rodas brancas do Thiago Vaz), e muita gente experiente em termos de pilotagem tiveram a volta anulada por corte de caminho, devido às dificuldades da pista e à falta de treino.

Na segunda bateria mais algumas anulações de voltas, e os tempos já estavam baixando consideravelmente, demonstrando o ganho de confiança dos participantes em seus carros e na pista. A bateria foi interrompida no meio devido a um acidente e a pista ficou fechada até que sua limpeza e manutenção garantissem a segurança dos pilotos. O participante envolvido recebeu o devido atendimento e nada sofreu.

Pista liberada, carros no Grid e mais tempos baixando.

O Lancer Evolution de Rally provou por que é tão consagrado em terrenos fora-de-estrada. Passou a poucos centímetros do muro e jogou muita terra para cima, sob total controle do piloto. A arquibancada foi ao delírio.

Terceira Bateria: A primeira posição na classificação era disputada pelos 4×4, passada a passada. Caju com seu WRX sedan, Sérgio Martinez com um WRX hatch e Vitor Fischer de Lancer Evolution 9 de Rally brigavam pela liderança, enquanto Bernhard, também de Lancer Evolution se recuperava das voltas lentas nas primeiras baterias e começava a alcançar as primeiras posições. Mas a maior revelação dessa rodada foi o maravilhoso Jetta de Guilherme Menezes. Um sedan automático, pesado, apenas com upgrades de filtro de ar, molas, rodas e pneus até esta bateria ocupou posições suficientes para colocá-lo na SuperFive.

A quarta bateria era tudo ou nada para quem quisesse disputar o pódio. As últimas colocações na classificação final já estavam definidas enquanto as posições de ponta ainda eram uma loteria. Os veículos de tração 4×2 não tiveram chance contra os de tração integral, salvo por algumas exceções.Em ordem de classificação, o Jetta anteriormente citado ocupou a sexta colocação, ficando de fora da grande final. Ele foi seguido pelo Ka de Daniel Psii em sétimo, Armando Travaglia em oitavo com um WRX sedan “Hawk”, Bruno Guerreiro com seu Peugeot 106 em nono, e Anderson Sforcini pilotou um Clio e conquistou a décima posição. As classificações seguintes podem ser observadas na tabela oficial.

O grid para disputar a SuperFive estava formado por três Subaru WRX e dois Lancer Evolution,
comprovando que os 4×4 foram absolutos na competição. De volta aos resultados, em quinto lugar ficou Caju, piloto de Cuiabá que ocupara a primeira posição durante algumas baterias ao longo do dia. Ele teve problemas com um dos pneus de seu carro, e acabou fazendo sua volta final um pouco mais “comportada” que as anteriores que chegaram a assustar os outros participantes com seu excelente desempenho. Desempenho aliás, resultante de sua experiência em pistas de kart.

Na quarta posição figurou Thiago Vaz. Este garoto de apenas 18 anos quebrou todas as barreiras, pois nunca havia participado de provas como essa. Superou dificuldades pessoais, controlou o fator psicológico e por muito pouco não subiu ao pódio.

O terceiro colocado foi Sergio Martinez. O experiente piloto de Spyder deixou claro que sua destreza e habilidade, somadas a uma pilotagem agressiva em um carro original de fábrica muito bem acertado podem ficar imbatíveis. No degrau intermediário do pódio, Bernhard. Demorou a dominar seu EVO de quase 500cv, mas na hora que acertou, arrancou comentários do público e dos fiscais de pista. Pelo rádio, ouvíamos: “fez bonito na curva do tambor!”.

O grande campeão do DUBSport Time Attack foi Vitor Fischer. Sua tocada simplesmente provocou todo tipo de reação da arquibancada. Ele aproveitou todo o espaço disponível para fazer a volta mais rápida do dia, andou na grama, na terra, no cascalho e exibiu total controle de seu carro no piso escorregadio de concreto de Saltinho. Mais do que merecidamente ocupou o lugar mais alto do pódio.

Os campeões receberam seus troféus e prêmios dos patrocinadores:
Primeiro Lugar: Vitor Fischer – Teto Solar Webasto
Segundo Lugar: Bernhard Baumeister – Kit de Performance Sterdi Customs
Terceiro Lugar: Sergio Martinez – Kit de Molas esportivas Imports Pneus e Rodas

A organização do evento espera todos os participantes no segundo semestre, pretendendo realizar mais duas etapas do Time Attack ainda este ano. Para estimulá-lo avisa que nas próximas edições haverá premiações para os melhores carros de tração 4×4 e 4×2. Em 2011 será lançado um calendário de provas em diversas localidades.

A DUBSport agradece aos organizadores, aos participantes e seus patrocinadores: Webasto, Bauducco, TNT/Itaipava, Sterdi Customs, MRParts, Garage Store, Imports Pneus e Rodas e Genesis Motorsports.

André Luis Ferreira Cavalcanti

::Vídeo oficial do evento::

Obrigado ao André pelas informações do evento e aos fotógrafos Flávio Sganzela e Fábio Machado por disponibilizarem as fotos para ilustrar esta postagem.

Muitas outras fotos e vídeos do evento podem ser encontradas diretamente no site do evento: DUBSport Time Attack.

Abraços!

Anúncios
comentários
  1. Brek-Ship disse:

    Parabéns a todos! Foi show de bola o Evento!!!

  2. Celso disse:

    Cada foto hein rafa! Barbaridade!

  3. Dan disse:

    Muito bacana as fotos msm!
    virou papel de parede do meu pc!
    =D

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s