::Gorete quer ser Gisele::

Publicado: junho 23, 2010 em VW Fusca'76
O popular, non-sense, criativo, divertido e apelativo Programa Pânico na TV apresentou uma série recentemente (já encerrado) um quadro com o nome “Gorete quer ser Gisele”, onde uma mulher desprovida de beleza seria completamente recauchutada para ter de volta os bons tempos áureos de sua beleza extirpada ao longo dos anos. Mesmo depois de todo o tratamento estético, ela não deixou de ser Gorete, ficou com cara de Márcia Goldshimidt e ainda perdeu o emprego. Enfim, não achei título melhor para o tópico.

No dia 17/06/2010 o Fusca’76 foi para a funilaria. Dei minha primeira volta nele desde que chegou às nossas mãos. Tá, tá… foi só para retirá-lo da garagem e colocá-lo sobre o guincho, mesmo assim sem funcionar o motor (puxado pelo cabo de aço) mas já achei um tesão, apesar do cheiro do carro estar insuportável. O antigo dono parece que deixava cachorro dormir dentro do carro e o interior estava completamente tomado por pêlos em todos os cantos. Só para constar, sou alérgico e isso me rendeu dois dias de rinite e uma conta de R$ 60,00 em medicamentos devidamente contabilizados na planilha de custos da reforma (vacinas anti-tetânicas também serão devidamente contabilizadas). Não é mesquinharia, são vícios da profissão.



Primeira volta no ’76 e a saida da toca

A oficina escolhida não tem nenhum credenciamento prévio, não foi indicada por ninguém, não busquei referências em fóruns ou nada disso. Partimos da primícia de que queriamos acompanhar todo o processo (inclusive com fotos) e que desta forma, o melhor seria uma oficina perto de casa ou do trabalho. Assim, encontramos uma lanternagem logo atrás de onde funciona nosso escritório de contabilidade. Já adianto que não é oficina de 1ª linha, mas a ver pelos serviços executados, topamos.

Chegamos com o Fusca às 09:00AM na oficina e ao meio-dia ele já estava quase que completamente desmontado. Bateu até um desânimo em vê-lo daquele jeito. Se já era feio montado, que dirá completamente pelado e deixando à mostra todas as rugas do tempo. Mais feio que a Gorete de boca aberta! O funileiro elogiou o trabalho de troca das caixas de ar e cangalha efetuados pelo antigo dono e já descobriu o “porquê” do capô dianteiro não ficar alinhado:

– Seguinte, esse carro já teve a frente trocada. – disse o funileiro
Até aí tudo bem, já sabiamos que o carro não era zerado de lata.
– Sim, a saia e o capô, né?! – indaguei.
– Não, a frente toda.
– Pára-lamas também? – O que seria uma surpresa, pois os que lá estavam pareciam originais dado o estado.
– Não, a frente toda. Pára-lamas, capô, saia e a parte da carroceria que fica do tanque pra frente.
– PUTZ!
– Relaxa, isso tem como arrumar e deixar como novo.
– Mas tem uma paaaaaaatcha emenda alí!
– Calma, depois que eu terminar, você me diz o que achou. Se não gostar, re-faço até ficar do teu gosto.


Na funilaria, quase completamente desmontado

Já tinha ficado meio “assim”, mas topei e pedi para que me passasse até o final dessa semana uma lista completa de tudo aquilo que precisaremos com mais urgência para que toda a funilaria seja feita. O prazo que o funileiro pediu para entregar o carro completamente restaurado foi de 2 meses, mas pelos relatos que leio na net, melhor esperar mais. Já falei que não tenho pressa, só quero que fique bacana.

Um dos maiores “poréns” está na grelha de ar que fica logo abaixo do vidro traseiro, mais precisamente, na parte interna. Com o passar dos tempos e com tantas camadas de tinta por cima, serviços porcamente executados e um bocado de desleixo dos antigos pintores, a parte interna daquela grelha está cheia de craca tais como massa, tinta, ferrugem e sujeira, muuuuuita sujeira! Apesar do Fusca ter sido um carro bem pensado em muitos aspéctos, Ferdinand Porsche pisou na batatinha ao não pensar em um acesso para aquela área. Acreditem (os que não conhecem Fusca), não existe forma de acessar aquela área por detrás da grelha!!! Uma das alternativas que encontrei em fóruns, seria abrir uma janela pelo chiqueirinho, deixar tudo zerado por ali, fechar na solda e depois dar uma jateada de tinta pela grelha. Ainda estou pensando.

A craca por detrás da intransponivel grelha

O motor vai ser retirado e vai para uma revisão geral na oficina do meu tio (acho que na semana que vem, depende dos serviços que ele tem lá), a princípio não receberá modificações (não somos ricos e nessa brincadeira vai grana, tempo e paciência) e depois vai para o depósito da casa do meu pai aguardar o término da funilaria e pintura. Serão trocadas todas as peças que forem necessárias. Depois partiremos para elétrica ou suspensão (ainda não decidimo$$$) e por último, o interior.

Em relação à suspensão, certamente vai ser rebaixada (pessoal do SintoniaVW, cadê vocês???). Tô louco para encurtar o quadro uns 3cm de cada lado, mas meu pai não gostou muito das fotos que mostrei. Tudo vai depender do conjunto de rodas que vamos escolher. De início, já estou buscando um par de 4,5″ para a dianteira e 5,5 para a traseira com calotinhas originais. A priori é fazer o carro andar. Adereços estéticos que forem encontrados aleatóriamente serão comprados (dependendo do preço), mas a idéia é originalizar primeiro para andar e depois ir incrementando.

A cor vai ser branca, ainda se tonalidade definida, mas quem quiser apostar num Cristal da Saveiro’08 tem grandes chances de acertar. “É o branco que parece estar menos ensebado” – disse meu pai quando olhavamos o catálogo.

Por fim, consegui tirar da cabeça do meu pai a idéia louca e insensata de montar um “Fuscasom” ao mostrar alguns exemplos que já passaram aqui pelo blog como o ’68 do Fernando Schimidt, o ’53 do Rodrigo e mais recentemente, o ’75 do Fabrízio. Em especial, o véio gostou mais do 1600S’75 por conta da semelhança com nosso. “Caralho, essas rodas ficaram perfeitas no Fusca!” Mostrei para ele os outros Fuscas daqui e quando olhou os dois (’58 e ’62) do Ronaldo, apaixonou no branquinho, mas não gostou das 17″ naquele modelo. “É um carro antigo! Merece rodas de época! Ah, e tá muito baixo! Nessa altura nem entra lá em casa.” – decretou sem saber que agora o mesmo já circula mais baixo, nas Porsche Fuchs 15″ polidas e que a garagem do Ronaldo tem uma rampa semelhante à da casa dele… o tempo cuida disso. Em suma, vai ter som, mas coisa discreta do tipo mids nas portas sob o forro para não ficar aparente e subwofer de 10″ com módulo no chiqueirinho escondido sob o tampão com duto de saída. Vamos tentar achar um auto-rádio de época, mas quem vai controlar o som na verdade é um MP3 player avulso. Se não acharmos o rádio, manômetros de 52mm irão tampar o espaço.

Meu pai não tem o mesmo envolvimento com carros que eu. Ele gosta de carros que andem, que não dêem problemas, que sejam fáceis de cuidar… eu já gosto da bagunça do monta-desmonta, do invencionismo mecânico, das tranqueiras guardadas… então fui incubido de cuidar de todos os detalhes da reforma do Fusca. Os palpites dele serão respeitados, mas tenho visto que é a minha vontade que prevalecerá. Ele confia no meu gosto. Concordamos então que o carro será o mais próximo possível do original. Entenda possível como “sem alterações estruturais e estéticas que não possam ser convertidas à originalidade”. Motor AP e frente de Rolls Royce, nem pensar!

Creio que na próxima semana já tenhamos alguns presentes em mãos, pois neste final de semana já faremos nossa primeira romaria ao santuários dos veículos sacros: FERRO VELHO!!!

“Até o final do ano esse carro tem que estar andando em boa forma. Vai ser nosso presente de Natal.” – disse o véio todo empolgado.

Só espero que ao final dessa reforma, o ’76 não fique com cara de Márcia Goldshimidt!

Em tempo, a mania fuscoautomobilística está entrando de vez na família. Bateram na Frontier do meu tio e no dia seguinte ele comprou um ’81 para rodar enquanto a caminhonete não fica pronta. Depois vai reformar ele inteiro, mas aí é outro projeto. Uma das partes engraçadas da minha conversa com meu tio foi a hora que comecei a falar com ele sobre os pequenos defeitos que identifiquei e como ele poderia melhorar o carro. Após 30min de “eu falando e ele ouvindo boquiaberto”, soltou um:

– Caralho muleque, tú nunca teve Fusca e nem começou a mexer neste ai (’76). Como sabe disso tudo?
– Paixão não se explica, se compreende.

Abraços!

Anúncios
comentários
  1. Dan disse:

    Cara muito bacana mesmo essa sociedade tua e de teu pai..
    eu nao vejo a hora das coisas melhorar pra mim, para entima o meu irmão na preparação de um brinquedo de finais de semana e arrancadas pra gente.. =)
    até eu me empolguei pra ver no que vai virar esse “Brancão” ai!
    hahhaha

    abraço!

  2. Francisco Neto disse:

    huauhaha 😀

    Ri muito dos ultimos parágrafos Rafa! Mto bom!!

    Cara, vc está literalmente a 6 meses de rodar com seu carro!! Paciencia, determinação e cole nesse lanterneiro/funileiro/pintor pra o serviço ficar o melhor possível, dentro do orçamento!!

    O mais legal vai ser o post do seu próprio carro daqui a alguns meses!

    Agora não tem mais jeito?: COMEÇOU!

    Abraços!!

  3. FUCAYELLOW disse:

    Rafa, boa sorte nesta nova empreitada que é a reforma de seu fusca. Conhecendo pouco do amigo, apenas pelas matérias de seu blog, uma coisa já posso falar: Vem mais um fusca bonito para desfilar em nossas ruas.
    No que puder lhe ajudar, me coloco a sua disposição para qualquer coisa.
    Agora fico na expectativa de ver seu projeto em sua ficalização.
    Um grande abraço…….

    Fabrizio Rosso.
    FloripaBoxer.

  4. NeimarTess disse:

    Parabéns peelo trampo! Já tive um 68 em casa e deixei escapar!

    Vou acompanhar a saga!

    Abraço

    Saveiro Clube

  5. Fala Rafael, beleza?
    Já visito seu blog há tempo, mas nunca comentei aqui. Com a história do seu fusca vim comentar até porque eu tenho um. O meu ia ficar 2 meses no funileiro e mecânico, mas só consegui andar 2 anos depois. haueeha
    Mesmo falando isso, pode ter certeza que o seu carro vai ficar pronto antes disso, meu pai foi bobo ao deixar o carro na oficina do “amigo” dele! Se puder, dá uma olhada no meu orkut, tem algumas fotos do meu fusca, da suspensão encurtada e tal… dos sofrimentos. Não está na melhor fase, mas mesmo assim é fusca! Fusca é terapia!

    * tentei botar o meu profile do orkut…

  6. Anonymous disse:

    Boa sorte nessa fase cara! Tenha paciência que tudo se resolve.
    Tive uma história parecida com meu fusca e meu pai. Rolavam e-mails semanais pra família para escolha de cor. rs
    Fique atento aos detalhes que só podem ser feitos nessa fase. Não se esqueça de tratar a lata contra ferrugem de alguma forma.
    Passe pelo Fusca Forum Brasil.
    Abraços,
    Rodrigo_G3

  7. AIRpower disse:

    È isso ai cara! Aos poucos o VW fica daquele jeito! Muito legal você te rum pai que curte a coisa, por mais que não entenda muito. Aproveita e já inclui umas CUP3 no projeto já que seu pai curtiu as redondas.

  8. nEoTTi disse:

    E ai amigo, tenho certeza que vai ficar show o seu fusca, se precisar de alguma ajuda nao deixe de pedir, mas lembre que arrumar “pau veio” nunca acaba, e isso eh o mais legal, depois que voce tem um fusca nunca mais consegue ficar sem ele … rsrsrs. Acho essa sua parceria com seu pai muito boa, o meu sempre foi contra carro antigo, e me dizia, com o dinheiro que vc gastou nesse carro ja podia ter comprado um novo, mas algumas pessoas nao entendem essa paixao … hehehe
    Em breve vamos conversar das novidades do meu …

    Um grande abraco,

    nEoTTi

  9. Vina_cwb disse:

    show de bola Rafa……
    Parabens novamente, e boa sorte no projeto…..não desanime, no final vale a pena….abraço t+

  10. Comecei a acompanhar seu blog tem pouco tempo… Mas já me sinto amigo de longa data. Fiquei muito contente com esta nova aventura! Boa sorte… Vou acompanhando de perto.
    Grande abraço,
    Rafael

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s