::Gorete e seu Avon Renew Reversalist::

Publicado: outubro 28, 2010 em VW Fusca'76

“A partir dos 35 anos, rugas, flacidez e perda da elasticidade ficam mais evidentes, assim como os danos provocados pela exposição ao sol, como manchas e irregularidades no tom de pele. A epiderme se torna mais fina, provocando a perda de contornos faciais.”
Guia Anti-Idade Avon Renew Reversalist

Daqui a pouco começo a passar de porta-em-porta, com aquelas revistinhas de produtos cosméticos… é cada coisa que tenho que ler para poder puxar assunto para a matéria… aff.

Mas a verdade é que calhou perfeitamente a descrição do produto com o que ocorreu com a Gorete (o Fusca’76) nos últimos tempos. Sua idade já apresentava sinais do tempo e dos maus tratos e a cada nova etapa tenho mais certeza que Gorete é o nome perfeito para este carro (Já expliquei isso na segunda postagem sobre ele neste blog). Claro que não vai virar uma “Gisele” e vai acabar como uma Márcia Goldshimidt (acho que o Fusca ainda fica melhor, hein?!)

A cada lixada nova na carroceria, novos pontos de ferrugem iam surgindo. Um dia desses o amigo que me vendeu o Fusca me perguntou:
– Porque você não mandou jatear a carroceria com areia? Daria uma limpada geral em todas as massas existentes no carro, tiraria toda a tinta velha, deixaria a carroceria a ponto de receber as soldas necessárias e você economizaria tempo?!

Confesso que pensei nisso assim que ví o carro, mas…
– Cara, se eu jatear a carroceria vai sobrar só os pneus e o volante! O carro tem mais de 30 anos de mal-uso, tem muita ferrugenzinha encravada que não vale sequer a solda, quissá um jateamento.

Sei dos benefícios e dos malefícios do jateamento de areia e preferi dar trabalho ao funileiro do que fuder ainda mais o que já não estava bom. Assim foi feito.

Cheguei a ir três vezes em um só dia até a oficina para ver como andava o lixamento da carroceria e marcar os pontos onde eu queria que fosse reparado/lixado para cobrir ou descobrir pontos afetados pelo tempo. No final do serviço, valeu a pena ver a Gorete completamente limpa. Lógico que nem tudo é perfeito, então alguma massa plástica acabou tendo que ser utilizada para corrigir imperfeições que não valiam uma nova peça. Esse carro nunca vai ter placa preta mesmo, então FODA-SE!

Há alguns dias atrás foi retirado o motor e taquei ele dentro do porta-malas do Siena, no caminho precisei abastecer e um dos frentistas já largou:
– Esse Siena anda bem, hein?!
– Sim! Dois motores! – disse eu, Rá!

Resolvi tirar o motor pra agilizar um pouco a revisão e ver o que precisará ser trocado. Sinceramente? Não sei se espero boas ou más noticias. Se forem boas, não vou precisar gastar muito com a revisão. Se forem más, tendo que trocar camisas, juntas… vou aproveitar pra enfiar o pé na jaca e fazer a troca do kit de pistões, camisas e bielas para aumentar ligeiramente a cilindrada, colocar um novo comando, um tapinha nos cabeçotes, dupla carburação e por aí vai até o fundo do bolso.


Essa parte do motor vai ser a mais complicada, pois já tenho a receita de todo o restante do projeto: tapeçaria, rodas, som, carroceria… mas nunca andamos neste carro (já compramos sem funcionar) e então não tenho parâmetro para dizer se anda bem, se freia bem, se tem bom torque, se acelera de 0-100 em 2 segundos ou em 2 horas… além do quê, nunca tivemos um VW a ar em casa para servir de referência de quanto rende um 1.500cc.

Dia desses ainda brinquei com meu pai: Meu medo é construir um motor que gere uns 85cv e ainda achar pouco, daí ter que desmontar tudo e montar um aspro de 180cv e achar simplesmente “bom”. Ainda bem que o bolso é raso e as peças caras, então acho que este vai ter que servir de parâmetro.

Outro motivo para a retirada do motor eram os pequenos pontos de ferrugem que eu enxergava por debaixo da tampa de refrigeração e ao removê-lo…


Logo, foi devidamente reparado e preparado:



Outra coisa que me incomodou bastante mas que ficou bem bacana foi a tampa da grelha traseira (aquela, recoberta pela “dentadura de bahiano”). A tampa do chiqueirinho foi cortada e em seu lugar, uma peça completamente nova vedada por KPO que ficou perfeitamente alinhada e sem marcas de solda.

No final de semana compramos uma penca de coisas: pára-choques, frisos, canaletas, maçanetas, borrachas, borrachas, borrachas… muitas borrachas para a pré-montagem do carro. Só não gastamos com detalhes que são relativos à elétrica, tapeçaria e suspensão pois esta outra etapa será feita em outra oficina. O restante já foi ou será providenciado essa semana (ai, ai o bol$o).

Depois do intensivão na oficina, concentrei no trabalho e um dia ao chegar ao escritório, ví a Gorete completamente no primer… deu gosto de ver. Como dito anteriormente, foi aplicado bate pedra no assoalho (por cima e por baixo), caixas de rodas, porta-malas e cofre do motor.




Cata uma besteirinha aqui, uma lixadinha alí, um detalhezinho acolá… e pronto! Gorete prontinha para pintura. A cor escolhida foi o Branco Cristal, original dos VW’s novos (Golf 4,5, Gol G5…) e me agradou logo na primeira demão. Quando ví as pintura finalizada, me emocionei. Quase um passo a menos, minha menina, quase um passo.












Foi um tratamento de beleza que durou o dobro do que havia sido prometido, mas valeu a pena esperar. Nunca acreditei no prazo de dois meses para entregar o carro pintado, pois só de olhar sabia que viria mais coisa e isso demandaria mais tempo. O funileiro foi bastante atencioso e fez bem seu papel: indicou, opinou, aconselhou, explicou e principalmente teve MUITA paciência com minhas visitas pentelhas ao projeto. Recomendarei sempre que possível.

Odeio isso, mas estou me apaixonando por ela…

Abraços.

Anúncios
comentários
  1. PedroJJ disse:

    parece aquele branco Lotus, ficou bala a pintura, agora é mandar ver no motor e restante, vamo lá Rafael!
    sorte ae

  2. Bertão disse:

    Cara isso é muito emocionante, me lembra quando restaurei meu santana 92, cada parte uma nova alegria…..ta ficando show o Fusca…parabens……

  3. Francisco Neto disse:

    a tendencia eh vc ceder aos caprichos mais ridiculos que derem na telha desta menina.

    ta ficando bom hein!!

    parabéns!: )

  4. Tá ficando bom heim, mas é o tipo de coisa que é melhor nem contabilizar…depois que eu fiz uma parte do projeto do meu fusca, fui somar, pior coisa que eu fiz, minha esposa ficou uma arara comigo, e pensar que ainda não terminou. Mas é isso ai,como já diziam: mais vale um gosto do que dinheiro no bolso.
    Boa sorte na continuação do projeto, que promete ficar joia heim.
    Abraço

  5. Fala ae Rafa, nunca comentei aqui mais sempre acompanhei o Blog já tinha visto as outras atualizações e tal mais nem comentei, cara vendo seu Fusca 79' assim deu vontade de continuar meu Uno Brio 91' se pá você já viu umas fotos dele nos clubes por ai de quando você tinha o Fire, é a melhor coisa que tem cara quando é um carro pra vida toda o certo é montar do seu jeito e peça por peça com carinho, meu Brio já foi todo feito lata, só falta interior e motor que vou deixar 100% originais se possivel.

    Boa sorte com o Fuscão 79' cara, e vê se da um Up nesse motor ai, comandinho weber 44 no Fusca fica show cara. Muito lindo tá ficando, parabéns!

  6. O FUUUUUUUUUUsca é 76' o sono faz coisas terríveis alí é “comandinho , weber 44″

    Malz, mas tive que corrigir, mesma coisa que alguém falar que meu Uno é 94' hehehe… Abraços!

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s