::Gorete – Chega de alisamento!::

Publicado: dezembro 10, 2010 em VW Fusca'76
Tudo na vida é passageiro, menos cobrador e motorista“. É com esse (retardado) ditado popular que começo mais este capítulo da história da Gorete.

Depois de passar 06 (SEIS) meses para fazer a funilaria e pintura, finalmente ela saiu da oficina. Não saiu zero, afinal, são quase 35 anos, mas ficou a contento. Após todo o processo, já tem volta marcada para um polimento final e finalização dos detalhes que tinham para serem sanados e alguns outros que podem surgir (e já surgiram).

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.

Na prática, a teoria é completamente diferente. Ninguém disse que seria fácil ou mesmo barato montar um Fusca. E olha que o nosso exemplar não é nenhuma raridade, série especial ou coisa de outro mundo para achar peças, mas encontrar peças de QUALIDADE e com um preço HONESTO (não disse barato, apenas honesto) já é complicado, incluir FACILIDADE nesta lista é desnecessário. Peças de péssima qualidade e mísero acabamento existem aos montes e em qualquer budega de esquina e nem todas elas são baratas. Resumindo: Nem tudo o que está na Gorete é de qualidade sequer mediana, mas com o tempo vou garimpando ferro-velhos e substituindo as peças porcas aos poucos. Devagar e sempre.

Para vedar o porta-malas do Fusca a Gorete sofreu uma cirurgia. Como a borracha original não encaixava pois os pára-lamas não tinham mais as rebarbas que abraçavam esta borracha, foi preciso rebitá-la e colar ela na lata… não deu certo. Ficou tão “merda” que nem foto tirei pra não passar vergonha. Na parte superior, que antecede o parabrisa, a borracha ficava exposta e completamente destoante do conjunto. Coisa porca mesmo! Mandei arrancar e pensaria em outra coisa. Nisso eu já tinha comprado uma borracha a metro. Olhei, pensei, medi… voilà! Só cortar as rebarbas internas e colocar. Na moral, não tem outra alternativa melhor! Não passa uma gota d´água, veda o porta-malas por inteiro e faz todos felizes! Só fazer com capricho.

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
Rebarbas do porta-malas lixadas e preparação para pintura

.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
.:run4fun:.
Pintura das laterais e borracha instalada

O projeto de um motor aspirado, relativamente forte e com uma boa potência foi abortada em detrimento de outras partes e prioridades que tivemos que assumir. A reforma do nosso escritório, o re-início da reforma da minha casa, a viagem de final de ano dos meus pais… tudo isso foi motivo para reduzir custos no projeto do motor da Gorete. Vamos colocar pra rodar. Quando este 1.500cc quebrar, faremos coisa melhor, com mais tempo, paciência e grana. Que o carro rode com estilo e depois que rode forte. Amém!

Neste interim comecei a procurar peças para colocar o carro para funcionar. Em conversa com alguns amigos de fórum, optei por alterar o velocímetro original, que na Gorete já estava sem o ponteiro, sujo e com os plugues completamente deteriorados. Encomendei com um amigo de São Paulo a aquisição de um velocímetro original dos Alfa Romeo da década de 70~80 que me foi entregue dia 04/12 em mãos. Eu parecia criança com brinquedo novo… Esse velocímetro serviu de chave para abrir outras portas e conseguir arrancar alguns trocados do bolso do meu pai para a aquisição de um novo marcador de combustível, uma sinaleira (no Fusca, as luzes são embutidas no velocímetro. Como coloquei o do Alfa, perdi as luzes) e um conta-giros. Ainda estou procurando, mas os que mais se assemelham com a grafia do velocímetro são os instrumentos da Cronomac, linha Street com aro preto e fundo preto. Preciso disso até o término da elétrica.

.:run4fun:.
.:run4fun:.

A Gorete foi para o eletricista direto e já foram adquiridos novos faróis RCD/Inovox com lâmpada de seta embutida (tirei as setas dos pára-lamas, lembram?) e aros de faróis em plástico (peças temporárias, vou substitui-las assim que encontrar as de metal em bom estado e a preço honesto). O funileiro/pintor tinha umas peças antigas, originais, em ótimo estado guardadas na oficina. Um dia estava pegando as peças do Fusca que não seriam utilizadas e encontrei um par de lanternas do Fuscão “tricolores” com arinhos, borrachas e corpos zerados!

– Edu, essas peças são de que carro?
– Rafael, essas peças eu tenho elas desde a outra oficina que eu tinha. Comprei para um carro que estava reformando, o dono retirou o carro antes de terminar, deixou as peças e vou guardando… pode pegar se quiser.
– Quanto quer nelas?
– Nada! Leva logo isso daqui que eu já tava era pra jogar no lixo!

Já estão instaladas e funcionando! Fui no início desta semana no eletricista para saber o que precisaria e lá estavam as lanternas instaladas, piscando reluzentemente… coisa linda!

Hoje (10/12) o mecânico ligou:
– Rafa, preciso de um carburador.
– Ué… tá no motor. Não desmontei nada, só a ignição que tá numa sacolinha…
– Não pow… preciso de um carburador novo! Esse que tá aqui tá uma merda!
– Tá zuando?!
– Sério… não presta mais, só pra tirar peças.
– Qual é?
– Um Solex 30.
– Quanto saiu um bicho desses?
– Na casa dos R$ 270,00
– (Ui!) Putz! Já se vão meus manômetros…
– Como é?
– Nada não… essa grana era pra comprar uns acessórios.
– Bom, não vai adiantar manômetro se não tem motor pra medir…
– Susse. Vejo aqui e te mando.

Aqui perto do escritório tem um ferro-velho que eu nunca fui. Resolvi arriscar e ver no que dá. CARALHO! Tem muita coisa aqui! Encontrei umas rodas de Santa Matilde 7,0×14″ com furação 5×112 (Opala), umas Scorro Dragster 7,0×15″ com furação 5×112 (que achei feias…), bancos Procar em estado lastimável, mas com boa estrutura… boas coisas, mas talvez eu seja pobre demais ou muito muquirana. R$ 800,00 num jogo de rodas 14″ que precisam de uma boa reforma é muito dinheiro…

Esse mês a grana acabou, meu celular bichou, esqueci a câmera em casa e por isso não tenho tantas fotos desta vez, mas tenho certeza que virão surpresas na suspensão e freios.

.:run4fun:.

Estou na caça de um jogo de rodas 17″ bacanas. Até encontrei algumas legais com pneus, mas o povo só quer em dinheiro e à vista… daí complica!

Pow, confiem em mim! Não vou dar calote em ninguém!
huahuahuahuahuahua!!!

Vamo que vamo!

Abraços!

comentários
  1. Francisco Neto disse:

    Ja tomou muito corpo hein!!!

    Ta (que nem download via 56k) mas ta carregando!! uhaehueauhae 😀

    Sobre peças de qualidade, cara, infelizmente eh como se o mercado estivesse inflacionado e diga-se de passagem, esse carro parou de ser fabricado a muuuito tempo… a princípio, não tem sentido.. mas fazer oq? Vamo correr atras de peças usadas, (boas para reforma e novo uso) e peças medianas pra cima!

    Bom garimpo!

    Abraços!

  2. Fww disse:

    Depois qu vi a “Gorete” de perto, estou ansioso/curioso para ver o trem pronto!

    As rodas da Santa Matilde, iriam ficar bacanas no “Kider ovo”…

    Elas estão ruins de pintura ou as rodas já foram torneadas??

    As 14″ ficariam melhores que as 17″, sem contar que diminuiria o custo de manuntenção do carro (pneus)

    Abraços, e boa sorte com a reforma!

  3. Que coisa… euu tinha um velocímetro IGUAL a esse quando montei minha karmann ghia há uns 12 anso atrás… No final nunca usei ele e vendi… Já pensou se é o mesmo?

    Não é fácil montar um carro desses. Um modelo mais moderno dos anos 90 é bem mais fácil e mais barato.

    Mas o carro que a gente tem é meio que nem família… Que nem cachorro… Não dá pra simplesmente descartar no meio do caminho por razões que só o dono entende.

  4. fala mano blz.

    entao sou do rat volks sou daqui de curita tenho um par de 30 pra vender to pedindo 60 reais nos 2, qualquer coisa veja o anuncio no rat abs.

  5. Anonymous disse:

    Aro 17″ não!!!!! Sério, coloque rodas 15″ de época, vai ficar period correct, os pneus são muito mais baratos, sua carteira agradece, e ainda permitem que você rode mais baixo e com maior conforto, devido a parede lateral dos pneus ser mais altas. Que tal um jogo de Fuchs réplicas? acha no Mercado Livre fácil, na faixa de 2000 dilmas. Tá tomando corpo o projeto, meus parabéns. Steve

  6. Nobre disse:

    Passei uns tempos sem olhar, e a Gorete já evoluiu a olhos vistos!

    Continue assim, Run. Precisando garimpar algo aqui pelo Ceará, só falar!

    Abraço!

  7. .:run4fun:. disse:

    Então, como já falei, este não é o projeto de um homem só…

    Particularmente, quero fazê-la andar. Juro que até em um par de Cooper Cobra 215/60-14″ na traseira com uns 185/55-14″ na dianteira montados nas rodas originais pintadas de preto já me fariam feliz, mas não dependende unica e exclusivamente de mim.

    Vou garimpando… se achar umas 15″ de época que eu curta e esteja num preço aceitável, mudamos o projeto e fazemos algo mais de época, mas não é o padrão.

    O volante vai ser o Shutt que está no Siena. Não existe outro melhor, com a mesma história e carisma. Não na minha família.

    []'s a todos!

Gostou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s